Acesso ao mercado livre avança com novo cronograma

Aguardada há anos pelo setor elétrico, a abertura do mercado livre ganhou ontem um novo calendário. Seguindo uma portaria sobre o tema publicada há quase um ano, o Ministério de Minas e energia (MME) definiu que, em janeiro de 2021, o limite mínimo de carga para acessar o mercado livre passará para 1,5 megawatts (MW). Atualmente, a carga mínima para comprar no mercado livre de energia é de 2,5 MW. A partir de 2020, a exigência será reduzida para 2 MW. Já para consumidores com demanda abaixo de 0,5 MW, a modalidade de contratação livre deverá ser disponibilizada após 2024. A Agência Nacional de energia Elétrica (Aneel) e a Câmara de Comercialização de energia Elétrica (CCEE) terão até 2022 para apresentar estudos com medidas que permitam o acesso de todos ao mercado livre, incluindo uma proposta de cronograma com início em 2024.

Fonte: Canal Energia

17/12/2019.

PLD Mensal

  • Preço Médio da CCEE (R$/mWh):
Submercado
Mês SE/CO S NE N
11/2019 317,28 317,28 317,28 317,28

Bandeira tarifária – Dezembro/2019

BT_DEZ-2019_DESTAQUE-PORTAL